SECRETARIA DE SAÚDE INICIA A SEGUNDA ETAPA DA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA H1N1

A Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria de Saúde, iniciou na segunda-feira, dia 9, a segunda etapa da campanha nacional de vacinação contra gripe Influenza H1N1, para imunizar pessoas com comorbidades e demais profissionais saúde. A Saúde imunizou 27.706 entre idosos, crianças de seis meses até cinco anos, gestantes, puérperas, trabalhadores de saúde, até o dia 5 maio, última prévia divulgada da campanha, que será encerrada dia 20 de maio.
As gestantes procurem as Unidades de Saúde para tomar a vacina, pois estágio gestacional,  a mulher fica vulnerável e por isso está no grupo de risco determinado pelo Ministério da Saúde e é preciso se prevenir.
Pede-se aos pais e responsáveis que levem os menores aos postos para receberem a dose da vacina contra a Influenza H1N1, outro grupo que precisa tomar vacina, são as crianças menores de cinco anos


Foram vacinados 27.706 pessoas, sendo 8.371 crianças (cobertura 66,05%), 1.281 trabalhadores de saúde que atuam em pronto atendimento público e privado (27,70%), 1.109 gestantes (47,39%), 272 puérperas (70,65%), 16.679 idosos maiores de 60 anos (76,83%), com a cobertura total de 66,39%.
A partir do dia 9, serão vacinados os outros profissionais de saúde que trabalham em outros locais como ambulatórios de especialidades, clínicas e consultórios: médicos, enfermeiros e equipe de enfermagem (enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem), biólogos, assistentes sociais, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, odontólogos e auxiliares de odontologia, psicólogos e terapeutas ocupacionais.  Poderão ser identificados através da Carteira do Conselho ou crachá.

PREVENÇÃO

A Saúde mais uma vez alertou que o primeiro passo para evitar a gripe é a prevenção. Além da vacina, é importante ter uma dieta bastante saudável, deixar os ambientes arejados, lavar as mãos com agua e sabão, incluir o álcool em gel no cotidiano, usar lenço descartável para espirrar ou tossir e não sair de casa se estiver doente. Se tiver sintomas de gripe guarde uma distância de pelo menos, um metro, quando falar com outra pessoas. Evite cumprimentar com abraços, beijos e apertos, beijos ou mão. É difícil diferenciar a gripe causada pelo H1N1 de outra gripe. A preocupação maior é a, que tem levado as pessoas a óbito. Os sintomas são: falta de ar, desconforto respiratório, aumento da frequência respiratória e queda de pressão.
A Secretaria de Saúde alerta se tiver os sintomas de Síndrome Respiratória Aguda Grave procure o seu médico ou a unidade de saúde ou hospital mais próximo.
Indaiatuba tem um óbito confirmado H1N1 - masculino 81 anos.  No total 26 casos notificados, um descartado, u positivo de H1N1 de Itu, um óbito aguardando resultado - feminino 57 anos, sete casos positivos de laboratório particular e o restante aguardando o resultado.

 

10/05/2016 às 12:00 Saúde Nenhum comentário
Alyne Cervo

Sou jornalista apaixonada pela minha profissão. Gosto muito de ler, principalmente os livros dos autores Augusto Cury e Roberto Shinyashiki.

COMENTAR O POST





Pesquisar por:

Modo de Exibição

  Estendido   Compacto

Alyne Cervo

Alyne Cervo

Desde pequena tinha o sonho de ser jornalista. Sempre fui muito falante, curiosa e gostava de me manter informada. Quando pude optar qual a profissão que iria seguir, o jornalismo foi a minha opção. Agora tenho o compromisso de informar vocês.

Publicidade

Redes Sociais