Hoje foi realizada uma coletiva de imprensa oficializando a transição do governo atual para o candidato eleito Nilson Gaspar

Nesta quarta-feira, no período da tarde, foram convocados todos os jornalistas da imprensa local para divulgar sobre a transição do governo Reinaldo Nogueira, para o candidato eleito Nilson Alcides Gaspar.

Imprensa presente na coletiva 


 Estavam presentes na mesa o prefeito em exercício, Antônio Carlos Pinheiro, junto ao futuro prefeito, que assume no próximo dia 01 de Janeiro, Nilson Alcides Gaspar e o vice-prefeito, Túlio Tomass do Couto. E também o ex vereador Fábio Conte.


Fábio Conte, Nilson Alcides Gaspar, Antônio Carlos Pinheiro e Tulio Tomass do Couto

 O processo de transição de governo decorre em passar o poder ao sucessor, ou seja, hoje o prefeito em exercício, assinou o decreto (os termos previstos na legislação) passando à nova gestão a posse de ter acesso a todas as áreas da prefeitura, acesso a arquivos e conhecer tudo sobre o município, para que assim ele possa ver o que pode ou não ser alterado, monte o seu secretariado, veja realmente a situação em que a cidade se encontra em todos os sentidos. ( Gaspar já adiantou que já pensou em todos os secretariados, mas não citou os nomes)

 Em entrevista para o Blog Informação em Destaque o candidato eleito explicou como funciona “Bom, na verdade, eu já estou inserido dentro da administração pública então todas as obras eu já estou acompanhando. É uma transição tranquila, é uma sequencia de governo. Eu já estou dentro do governo, faço parte do governo então, pra mim, é muito fácil hoje. Agora nós vamos ver o que tem de documentos na secretaria da fazenda, administração, educação e saúde, que são as principais secretarias, e os projetos que foram propostos em lei para a câmara. Portanto, nós vamos analisar tudo e ver o que vamos filtrar disso ai, o que vai ser cortado e o que vamos deixar. ”, relata.

 Durante a coletiva foi falado em redução de custos e, em conversa, com Nilson Alcides Gaspar ele conta os planos para o seu governo “Nós vamos reduzir folhas, nós vamos reduzir gastos, vamos reduzir tudo que a gente entender que não é necessário ter uma continuidade de gasto, nós vamos reduzir. Vamos ter uma eficiência na mão de obra e em obras pequenas nós não vamos terceirizar, nós vamos tentar fazer com a equipe nossa mesmo, até por conta de uma economia para os cofres públicos.”. E sobre a continuidade de obras que já estão sendo realizadas, porém talvez algumas não sejam entregues no atual governo, e sim, após Nilson Gaspar assumir como prefeito, ele esclarece como vão ficar as obras inacabadas “Uma coisa eu posso afirmar, todas as trinta obras que estão em andamento nós vamos dar sequencia a todas e vamos entregar todas. E depois, vão vir às novas obras no novo governo. Também vamos investir na saúde, fazer as construções, terminar a ampliação do anexo do HAOC, fazer uma UBS central ao lado do Hospital Dia, algumas reformas que vamos ter que fazer em alguns setores e unir educação, social, esporte e cultura. São quatro secretarias que vão trabalhar integradas para o bem estar da população.”

 O orçamento atual está com superávit, sendo assim, as folhas de pagamento estão em dia e ao assumir o mandato o candidato eleito vai ter verba para poder trabalhar. Quando questionado o valor disponível para o próximo governo, o prefeito em exercício, Antônio Carlos Pinheiro, disse que em caixa a prefeitura possui cerca de 20 milhões aproximadamente para que o novo prefeito possa começar a trabalhar pela cidade. O prefeito em exercício alega que não houve dificuldades enquanto esteve junto da gestão Reinaldo Nogueira como vice-prefeito e à frente da prefeitura, e que a crise não afetou o governo “Olha dificuldades pontuais nós não tivemos nenhuma, pelo contrário, nós tivemos ai um grupo de secretários e servidores que muito nos ajudaram e sempre ajudam a administração. Então, não tivemos dificuldades, porque existe um planejamento e projetos que nós simplesmente tocamos isso durante todo esse período. Com referencia as obras do nosso atual governo vão ser entregues algumas ainda este ano.Tem algumas que estão programadas como o posto de saúde do parque Campo Bonito, duas creches e outras obras serão entregues no começo de janeiro como a rodoviária, a casa do idoso, tem muita coisa para ser entregue. Mas isso vai depender ainda de alguns pontos que estão faltando, mas todas estão em andamento, todas estão pagas praticamente, e nós não vivenciamos aqui nenhuma crise. E vamos torcer para que o Gaspar também tenha a economia ao seu favor. Que a economia ande para que não prejudique a sua administração. E nós vamos depender da economia para buscar recursos no governo do estado e no governo federal, porque a arrecadação da cidade é suficiente sim para o custeio e para pequenos investimentos. Agora para fazer grandes obras nós precisamos de recursos externos.” , diz Pinheiro.

 Quando perguntei se ele daria assessoria para a nova gestão, ele me respondeu que a prioridade dele é entregar o governo no dia 31 de dezembro e que não havia pensado nisso, e falou que apesar de estar saindo da administração ele sempre vai estar à disposição da população “A gente sempre está. Eu sou um homem público, mesmo que nós nos afastamos da administração, a gente não tem aquele espirito de deixar a população, os companheiros, pelo contrario, a gente sempre está andando lado a lado.”. E continuou dizendo que a população tem o direito e dever de cobrar do novo governo, mas não apenas criticar e sim, reconhecer as benfeitorias “Eu acredito o seguinte, que todos os eleitores que votaram no Gaspar e que é uma continuidade da atual administração, e aqueles também que não votaram, podem cobrar da administração, tem o direito de cobrar uma boa gestão e eu acredito que vai acontecer isso. E que acompanhe o trabalho né? Eu acho que o que é bem feito deve ser elogiado e o que não é bem feito deve ser criticado. Mas, as criticas sempre serão bem vindas desde que justificadas. Então, eu acho que os eleitores e os moradores da nossa cidade são pessoas com muito discernimento e saberão avaliar o trabalho do Gaspar. É isso que eu espero que sejam respeitosos, mas acima de tudo, que façam criticas na hora que tiver que criticar e batam palmas na hora que precisar bater.”

 Sobre a questão do transporte público o Gaspar, disse que está dando uma atenção especial e que atualmente já estão circulando três ônibus articulados, seminovos, porém muito bem cuidados e a empresa contratada, Bonavita, está fazendo as alterações para melhorar a sua frota “Nós vamos investir muito forte agora e pegar firme no transporte público à partir do inicio do ano que vem vamos cobrar da empresa que coloque ônibus novos, mais pontos de vendas de cartões, mais horários, um melhor tratamento com a população, enfim, vamos exigir um transporte de qualidade."
 
 Com relação ao trânsito na cidade, ele disse que já está tomando as devidas providencias para que a situação seja resolvida. Disse que estava pensando em criar a secretaria de transporte, mas que por enquanto a secretaria de transito e transporte ficarão juntas e vão ser inseridas onde atualmente é o Procon. Já o Procon vai ser mobilizado para outra área. Mais para frente, ele não descarta a possibilidade de separar as duas secretarias, mas no momento vai fazer a união delas.

 Indaguei o futuro prefeito como ficariam os incentivos para novas empresas que quisessem se instalar na cidade e, segundo ele, permanece igual “Hoje nós vamos manter da mesma forma, aqui em Indaiatuba nós temos o diferencial de outras cidades. Nós não damos o terreno para as empresas, mas nós damos incentivos fiscais para que as empresas venham para cá. Mas, um grande entendimento que as empresas têm, principalmente as que têm o ISO [promove a normatização de empresas e produtos, para manter a qualidade permanente], elas procuram uma cidade que tenha saúde, educação, não tenha favela, tenha água, mão de obra qualificada e uma cidade limpa e organizada. E isso Indaiatuba preenche todos os requisitos. Então, nós vamos investir muito forte na qualidade de vida da nossa cidade e,  com isso, nós atraímos muitas empresas para o nosso município.”

 E garantiu que vai dar continuidade ao governo e que todos vão ter fácil acesso a ele “Quero dizer que vou trabalhar muito pela nossa cidade, já estou trabalhando. Vai ser 24h por dia, quero estar à disposição da população, quero conversar, quero ouvir e quero dar o melhor de mim para nossa Indaiatuba e trabalhar pelo coletivo. E pode ter certeza, todos podem contar sempre comigo que nós vamos fazer uma boa gestão. Nós vamos ter dias de atendimento e abrir um canal direto para que a população possa trazer sugestão. O radio audiência continua de sábado, os atendimentos de segunda-feira. Tudo que vinha sendo feito nós vamos continuar fazendo e se bobear nós vamos ampliar ainda mais a acessibilidade da população.”

Nilson Alcides Gaspar ( candidato eleito), Antônio Carlos Pinheiro (Prefeito em exercicio) e Túlio Tomass do Couto (Vice-prefeito)

23/11/2016 às 20:00 Notícia Nenhum comentário
Alyne Cervo

Sou jornalista apaixonada pela minha profissão. Gosto muito de ler, principalmente os livros dos autores Augusto Cury e Roberto Shinyashiki.

COMENTAR O POST





Pesquisar por:

Modo de Exibição

  Estendido   Compacto

Alyne Cervo

Alyne Cervo

Desde pequena tinha o sonho de ser jornalista. Sempre fui muito falante, curiosa e gostava de me manter informada. Quando pude optar qual a profissão que iria seguir, o jornalismo foi a minha opção. Agora tenho o compromisso de informar vocês.

Publicidade

Redes Sociais