Como se tornar o pior amigo da escola: manual completo você realmente encontra no filme

 Ontem estive na pré estreia do filme “ Como se tornar o pior aluno da escola” no Cine Topazio lá no Polo Shopping Indaiatuba. A sessão foi para imprensa e estudantes - já que um dos figurantes do filme mora aqui na cidade.

 No contexto da história os atores principais são dois jovens estudantes, Bernardo e Pedro , que tem que cumprir com as atividades escolares,tirar notas boas e serem bons alunos. Eles estudam em uma escola classe “A” que visa alunos exemplares. Pedro se vê encurralado quando é chamado pelo diretor da escola {interpretado por Carlos Villagrán, o Quico do seriado Chaves) e recebe a notícia de que precisa tirar 10 para não reprovar. 

 Então, ele e seu amigo, CDF e politicamente correto, Bernardo começam uma longa aventura. Pedro passa mal e encontra no banheiro da escola um caderno do pior aluno da escola que tem dicas de cola, frases escrachadas e muita zoeira. 

 Pedro decide procurar esse aluno para ajudá-lo a melhorar nota e passar de ano, mas para isso ele conta com a ajuda de Bernardo. Eles  passam por muitas experiencias surreais para um bom aluno.

 Sobre o filme? Ele é um manual de como seu filho consegue a proeza de ser expulso. Os atores do filme são muito bons, particularmente gosto de todos em seus trabalhos solo, admiro eles e os acompanho. Mas, é um filme que tem muita pornografia, um humor que não estou acostumada a ver e que acredito que as crianças presentes no filme não deveriam ver. 

 É um filme engraçado? Sim, tem partes engraçadas. Porém, um menino morder a genitália do Danilo Gentili no filme é algo que ao meu ver não parece normal e nem tão pouco inocente. Desnecessário! 

 Além desta cena a cena do Fábio Porchat fazendo o menino pegar nas suas partes íntimas ao meu ver é um apoio a pedofilia. O filme ensina que isso é normal? Que as crianças têm que fazer isso mesmo? Acredito que da forma exposta e ele rindo, mais tarde se tornando diretor da escola, mostra a impunidade desse crime que é frequente nos telejornais. 

06/10/2017 às 12:00 Resenha (Produtos e filmes) Nenhum comentário
Alyne Cervo

Sou jornalista apaixonada pela minha profissão. Gosto muito de ler, principalmente os livros dos autores Augusto Cury e Roberto Shinyashiki.

COMENTAR O POST





Pesquisar por:

Modo de Exibição

  Estendido   Compacto

Alyne Cervo

Alyne Cervo

Desde pequena tinha o sonho de ser jornalista. Sempre fui muito falante, curiosa e gostava de me manter informada. Quando pude optar qual a profissão que iria seguir, o jornalismo foi a minha opção. Agora tenho o compromisso de informar vocês.

Publicidade

Redes Sociais