Abertura do Salão de Artes Visuais acontece nesta segunda-feira

Hoje aconteceu a abertura do 2º Salão de Artes Visuais que faz parte do agosto das artes realizado pela Secretaria da Cultura de Indaiatuba. A partir das 19h o publico presente pôde ver as obras de artes expostas no Centro de Convenções Aydil Bonachella.
 
Os jurados do salão, Márcio Rebelo, Marcos Rizolli e Biba Rigo selecionaram 31 obras de 18 artistas nas categorias Fotografia, Desenho, Escultura, Experimental, Gravura, Instalação, Pintura e Vídeo. A exposição contou com fotografias do Fotoclube de Indaiatuba com o tema cores da terra e o Projeto APA, com o mesmo tema, da  artista Elisa Faccin - que demonstrou as diversas tonalidades de tintas que é possível fazer com terra e também distribuiu um panfleto de como fazer essa tinta - , os Dioramas do artista Ubirajara Toledo , entre outras obras.
 
Os participantes do salão em cada categoria concorreram a uma placa e um certificado, além  de premiação em dinheiro de R$ 3.000,00 para o 1º lugar, que ficou para Daniela Eorendjian Torrente, R$ 2.000,00 para o 2º lugar que foi premiado o Paulo Ricardo Rachel de Avelar e R$ 1.000,00 para o 3º lugar que foi para o artista Alex Flávio Guimarães. Os artistas Elisa Faccin, Ubirajara Toledo, Walter Caldeira, Jorge Airton Parra Sobreira e Daniela Eorendjian Torrente ganharam monção honrosa.
 
Dentre as obras as pessoas puderam ver a perfeição do diorama "Instalação Cu Chi Tunnel's ", " Instalação Bunker Berlim (1945)" e " Instalação Dia day point du Hoc" de Ubirajara Toledo realizados com materiais 90% reaproveitados. Além dessas obras de artes o artista realizou uma réplica do casarão pintado com cores da terra - contou com a ajuda da artista plástica Elisa Faccin na pintura do diorama - e, impressionou todos pela perfeição dos detalhes abordados por ele.
 
Já a artista plástica Elisa Faccin expôs quadros de crianças que pintaram telas com as cores da terra e também suas esculturas "Os prazeres de Jorge" e " Unidos pela separação" que foram realizadas em 20 dias pela artista e feita com arames. Ambas obras demonstram realismo e por trás das esculturas  a história de seu primo Jorge, bem como, a outra  eterniza o momento do parto e união entre mãe e filho.
 
Quadros como o "Desenho - Mãe" e "Desenho - Sentimento" de Walter Caldeira, "Experimental - Zebra Azul" e "Experimental - Zebra Vermelha" de José Airton Sobreira, a fotografia " Um mundo em uma gota" de Rafael Ré, as fotos "Na Esteira – EUA" e "Praia Organizada – EUA" do Alex Flávio Guimarães, a obra "Entre o olhar e o mundo" e “Armênia” de Daniela Eorendjian Torrente e a tela “Colônia” de Paulo Ricardo Rachel de Avelar,  também foram destaques na abertura do salão. Todas as artes vão ficar expostas para visitação de segunda a sexta das 8h às 12h e das 13h às 17h. Vale lembrar que a entrada é franca.

As obras estão lindas demais, vale a pena conferir e prestigiar os artistas que fizeram tudo com muito amor e carinho.

(Abaixo fotos do Salão de Artes Visuais)


Celso Falaschi, eu e a jornalista Adriana Eu e o fotografo Eliandro Figueira Premiação de primeiro lugar para Daniela Eorendjian Torrente Premiação de segundo lugar para Paulo Ricardo Rachel de Avelar Premiação de terceiro lugar para Alex Flávio Guimarães Monção honrosa para Daniela Eorendjian Torrente Monção honrosa para Jorge Airton Parra Sobreira Monção Honrosa para Walter Caldeira Monção honrosa para Ubirajara Toledo Monção honrosa para Elisa Faccin Público presente no evento Discurso da Secretária da Cultura, Prefeito em exercicio e Celso Falaschi Elisa Faccin e eu com a escultura Mais uma foto da exposição Telas feitas na oficina do projeto APA por crianças ( tema: cores da terra) Visitantes vendo as fotos Visitantes observando as fotografias Diorama do casarão realizado por Ubirajara Toledo Eu e Ubirajara Toledo Eu e o prefeito em exercicio, Antonio Carlos Pinheiro Eu e a secretária da cultura, Érika Novachi Exposição Cores da Terra Conscientização sobre os impactos na natureza Exposição Impacto Profundo Impacto Profundo Telas pintadas pelas crianças As terras colhidas para realizar as tintas das telas e do casarão Fotografias expostas Público admirando as fotos Obras de artes Obras expostas no corredor Diorama e esculturas Hall de entrada Esculturas de Elisa Faccin Livro para assinar a presença Folhetos explicando como fazer tintas a base de terra Nomes dos jurados e artistas Salão de Artes Visuais de Indaiatuba

08/08/2016 às 21:00 Arte & Cultura 1 comentário
Alyne Cervo

Sou jornalista apaixonada pela minha profissão. Gosto muito de ler, principalmente os livros dos autores Augusto Cury e Roberto Shinyashiki.

COMENTAR O POST





COMENTÁRIOS PUBLICADOS



Elisa Faccin[#1]

09 Agosto 2016 às 22h03

Aline, agradeço imensamente pela sua atenção e respeito pelo nosso trabalho, sua matéria ficou perfeita. Amei as fotos...ah! copiei algumas. Contamos com a sua presença no Projeto APA. Trabalhar com crianças e para as crianças, tem me trazido um conforto para minha alma, elas possuem a capacidade de renovar nossa visão, mostrando um mundo que pertencem a elas, mundo o qual deixamos, e sentimos saudades, mas que possamos desfrutar nem que seja um um pouco de tempo. Sucesso sempre e continue assim, naturalmente especial!

Alyne Cervo

Elisa é prazer poder cobrir um evento tão magnífico é maravilhoso assim. Vocês transmitem um carinho e são artistas incríveis que admiro. Fiquei honrada em escrever essa linda matéria

Pesquisar por:

Modo de Exibição

  Estendido   Compacto

Alyne Cervo

Alyne Cervo

Desde pequena tinha o sonho de ser jornalista. Sempre fui muito falante, curiosa e gostava de me manter informada. Quando pude optar qual a profissão que iria seguir, o jornalismo foi a minha opção. Agora tenho o compromisso de informar vocês.

Publicidade

Redes Sociais